ff

PortoAlegre.Net - blog@portoalegre.net
sexta-feira, 29 de julho de 2011
Brizola é um viaduto que não funciona

O engenheiro Leonel de Moura Brizola deixou um legado gigantesco na política brasileira. No Rio Grande do Sul, então - seu Estado natal -, nem se fale. A sombra do ex-governador ainda está presente nos corredores das instituições públicas e pela ruas de Porto Alegre.
 
No dia 27 de agosto comemora-se 50 anos do maior ato de resistência e civismo que se tem notícia na história recente do Brasil: a Cadeia da Legalidade. Durante 10 dias o então governador Brizola entrincheirou-se no Palácio Piratini e de lá comandou uma rede de rádios, defendendo o que estava previsto na constituição. O presidente Jânio Quadros havia renunciado ao mandato e a lei garantia ao vice, João Goulart (cunhado de Brizola), a posse. Mas as oligarquias preferiam uma nova eleição a ver um simpatizante das políticas de esquerda no poder.
 
A Legalidade venceu e o Brasil cumpriu o que dizia a Lei. Jango virou presidente, até o golpe de 64.
 
Brizola morreu em 2004. Em Porto Alegre há um viaduto com o seu nome, a poucos passos do Laçador, estátua símbolo da cidade. Pelo viaduto Leonel Brizola passam carros entrando e saindo da cidade, mas...há um semáforo no viaduto! Sim, um semáforo que castiga com a insistente luz vermelha os motoristas que tentam vir do aeroporto para os bairros residenciais.
 
A inteligência de trânsito de Porto Alegre conseguiu criar o primeiro viaduto do mundo em que o fluxo de carros não é contínuo. Por um erro de projeto - ou economia de última hora - duas avenidas se cruzam por baixo e não estão contempladas nas alças de acesso. A solução foi colocar um semáforo, que provoca engarrafamentos contínuos.
 
Leonel Brizola não merecia tamanho absurdo. O trânsito provocado pelo sinal vermelho faz com que o tempo para percorrer a distância do aeroporto até o bairro Bela Vista ou Petrópolis tenha triplicado. Os táxis reclamam, o turista reclama, o porto-alegrense reclama.
 
E a culpa por tamanho absurdo, para quem não conhece a história, parece ser de Leonel Brizola, o nome do viaduto inútil.
 
Pelo menos esse erro não foi de Brizola.
 
Eduardo Tessler
De Porto Alegre (RS)

Postado por WM Internet as 09:25 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

 

?timos Posts

Instalados há dois dias, contêineres de lixo são d...
BR-386 terá novos controladores de velocidade a pa...
Peixes morrem de frio em parque de Porto Alegre
Vândalos colocam sabão em pó em lago de praça da C...
Baixas temperaturas pedem cuidados
Mundial de Futebol traz 11 novos hotéis para o Rio...
Moinhos de Vento é o bairro com a maior proporção ...
Pode nevar no Estado no sábado e domingo, alerta I...
Família briga na Justiça para que mulher suspenda ...
MILHETO - PLANTA FORRAGEIRA

Arquivos

Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Março 2014 Abril 2014 Agosto 2014 Novembro 2014 Agosto 2015 Outubro 2015

 

 

 

WM INTERNET