ff

PortoAlegre.Net - blog@portoalegre.net
terça-feira, 5 de julho de 2011
Mundial de Futebol traz 11 novos hotéis para o Rio Grande do Sul

Empresas ficarão em Porto Alegre, Novo Hamburgo, Lajeado, Rio Grande, Passo Fundo, Guaíba, Cachoeirinha e Montenegro.
 
O levantamento Investimentos no Brasil: Hotéis & Resorts – 2011, feito pela BSH Travel Research, mostrou que o Rio Grande do Sul deve receber 11 dos 198 hotéis com inauguração prevista até 2014 em todo o país.
 
Dentre as projeções, que estão nas mais diversas etapas, três são de construções em Porto Alegre, que deve receber um hotel até o final do ano e outros dois em 2012. Novo Hamburgo, Lajeado, Rio Grande, Passo Fundo, Guaíba, Cachoeirinha e Montenegro também ganharão novas unidades.
 
O investimento total levantado pela divisão de pesquisa da BSH Internacional é de R$ 7,3 bilhões, na construção de 46.296 apartamentos, que devem gerar 31,7 mil empregos diretos. Para o Estado, a fatia do investimento é de R$ 135,9 milhões, que devem ser distribuídos por oito cidades.
 
Segundo o presidente do Sindicato de Hotéis da capital e vice-presidente do Sindicato de Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre, Daniel Antoniolli, os dados estão próximos das informações levantadas pelas entidades, que atuam de forma conjunta. "Temos, ainda, notícia de outros empreendimentos, alguns quase prontos e outros que recém tiveram seus projetos aprovados que não constam na pesquisa, talvez porque não inaugurem até 2014″, disse ele.
 
A maior parte dos hotéis a serem construídos no Estado terá o perfil econômico e oito deles serão operados pela Accor, que é a empresa que individualmente responde pela maior parte dos investimentos mapeados pela pesquisa. A administradora, que opera com as bandeiras Sofitel, Pullman, Novotel, Mercure, Íbis e Formule 1, prevê a construção de 73 novos hotéis em todo o Brasil, o que ampliará a capacidade da rede em 10.417 unidades habitacionais.
 

O diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Abih-RS, Reinaldo Ritter, observou que a previsão de investimentos mostra que o segmento da hotelaria está atento às mudanças da economia gaúcha e ao mercado do interior. "Rio Grande, por exemplo, é um grande centro comercial, mas ainda tem pouca oferta de hotéis", disse. A cidade do pólo naval vai receber um investimento de R$ 8 milhões da rede Accor.
 
No interior do estado o maior investimento está previsto para Montenegro, onde a instalação de uma unidade Intercity deve demandar a aplicação de R$ 13,5 milhões e a abertura de um hotel Íbis, de mais R$ 8 milhões. Já na capital, o projeto mais caro é o da GJP, que pretende investir R$ 27 milhões no Viverone Moinhos. Porém, o investimento maior será feito pela Accor, em dois complexos. Serão R$ 16,25 milhões no Formule 1 Porto Alegre e R$ 24,96 milhões no Novotel.
 
Informações de Jornal do Comércio

Postado por WM Internet as 15:50 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

 

?timos Posts

Moinhos de Vento é o bairro com a maior proporção ...
Pode nevar no Estado no sábado e domingo, alerta I...
Família briga na Justiça para que mulher suspenda ...
MILHETO - PLANTA FORRAGEIRA
A dieta mais simples do mundo: dois copos d'água a...
Porto Alegre registra sensação térmica de -6,5ºC n...
Somente uma emergência da Capital tem vagas
Primeira noite de inverno será a mais longa do ano...
Menino de sete anos morre à espera de transplante ...
Brasil é o país que pior investe dinheiro de impos...

Arquivos

Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Março 2014 Abril 2014 Agosto 2014 Novembro 2014 Agosto 2015 Outubro 2015

 

 

 

WM INTERNET